sexta-feira, 8 de julho de 2011

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

FOTONOVELAS

PASQUIM NOVELA DE ANIVERSÁRIO




Fotonovela publicada no jornal PASQUIM em razão da comemoração do seu sétimo aniversário.

domingo, 20 de setembro de 2009

TEATRO

BRASILEIRAS E BRASILEIROS




CINDERELA










O OUTRO LADO DOS LENÇÓIS












A MULHER ALHEIA










MOMENTOS, BEIJOS DE NELSON RODRIGUES















BATALHA DO COLCHÃO










A BUSCA

















PEGA LADRÃO












CORDÉLIA BRASIL














AS TIAS






ANÔNIMA







GRETA GARBO QUEM DIRIA ACABOU NO IRAJÁ







quinta-feira, 10 de setembro de 2009

CURTAS

DIAS



Curta Metragem: "Dias" (2000)
Roteiro e direção:
Fernando Segtowick
Direção de Fotografia: Lito Mendes da Rocha

Elenco:
Sandra Barsotti, Adriano Barros, Tatiana Braun, Arnaldo Zúniga, Camille di Paula.
Sinopse: Final da tarde, o trânsito é imenso. Três testemunhas assistem, perplexas, um acidente. Uma delas é Laura, rica empresária. Outro envolvido é Paulo, um técnico em mineração desempregado. Essas três pessoas são unidas pelo acidente em uma Belém moderna e caótica. Eles se cruzam, mas não se conhecem, até que o destino os coloca lado a lado.



SAL DA TERRA


Curta Metragem: “Sal da Terra” (1999)
Roteiro:
Criação do professor José Louzeiro e alunos do curso de roteiro do Centro
Direção: José Louzeiro
Produção:
Sandra Barsotti
Direção de Fotografia:
Jorge Monclar
Elenco:
Jonas Bloch, Dira Paes, Sandra Barsotti, Roberto Lopes, Carolina Puntel, Roberto Pinto, Renata Puntel e Caio Graco
Sinopse: Na noite fria, uma mendiga e seu filho procuram abrigo. Refugiam-se no casarão decadente de um fantasma que detesta pobres. Por causa do seu apego ao dinheiro, que mantém escondido no velho casarão, ele e suas três filhas correm o risco de virar “almas penadas”. A mendiga não consegue vê-los mas o menino torna-se amigo deles. No local, há também, um velho cristal de sal que a todos observa. Com sua forte energia, somada a força do amor que move a filha mais velha, estimula o fantasma a encontrar seu caminho. Está é a fábula do SAL DA TERRA, que tudo e a todos tempera, com final feliz.


ENTREVISTA






Curta Metragem: "Entrevista" (1998)
Roteiro, direção e produção: Alvarina Souza Silva
Direção de Fotografia e Câmera: Leonardo Nery
Elenco: Sandra Barsotti, Guilherme Karam.
Sinopse: Um duelo de palavras se instala entre uma entrevistadora e o entrevistado deturpando o verdadeiro sentido das palavras.

A MULHER QUE PERDEU O CONTROLE



Curta Metragem "A Mulher que Perdeu o Controle" (1997)
Roteiro, direção e produção: Alvarina Souza Silva
Direção de Fotografia e Câmera: Roberto Amadeo
Elenco: Sandra Barsotti, Guilherme Karam.
Sinopse: Assustada com tanta violência na TV, mulher se apavora e passa a ter medo da própria sombra.






quinta-feira, 3 de setembro de 2009

NOVELAS/MINISSÉRIES


VIVER A VIDA (2009)




Assista a duas cenas da novela "Viver a Vida":










Para Sandra Barsotti "Viver a Vida" é:








BRIDA (1998)








Brida é uma telenovela brasileira exibida pela extinta TV Manchete. Exibida em 1998 e infelizmente encerrada apenas com 54 capítulos devido a iminente falência da emissora. Sandra Barsotti nesta novela interpretava a personagem Malu. A novela foi baseada no livro Brida de Paulo Coelho.


SEX APPEAL (1993)


Sex Appeal é uma minissérie de Antônio Calmon exibida pela Rede Globo no ano de 1993.
Sinopse: "Sex Appeal" é uma agência de modelos que promove concursos para escolher uma nova top model para a agência. Entre as concorrentes estão Angel, Patrícia, Vilma, Eva, Andrea e Claudinha. Paralelamente à trama envolvendo a competição entre as modelos, contava outras histórias, como o cotidiano dos irmaõs Tony e Júlio, e a história de Walter, o pai de Angel, um psicopata que persegue a ex-mulher Margarida, que acaba se envolvendo com o detetive Arthur. A minissérie foi ambientada em São Paulo. Sandra Barsotti interpreta a personagem Luíza, mãe de Angel (Carolina Dickeman).


Assita a uma cena da minissérie "Sex Appeal":








UM SOL MAIOR (1977)






TV TUPI
De 15 de maio a 18 de outubro de 1977
159 capítulos
Escrita por Teixeira Filho e dirigida por Edson Braga, Henrique Martins e Waldemar de Moraes.
Sinopse:Interior do estado do Paraná, anos 30. Para lá se dirigiu um rico imigrante italiano, Giácomo Nerone, para criar aquela que seria uma das maiores fazendas da região. Giácomo manda vir da Itália um engenheiro agrícola conhecido seu, Mário D'Angelo, pobre mas ambicioso e sem escrúpulos. Após ter sido mordido por uma cobra, Giácomo morre sem ter sido socorrido por Mário. Morto o fazendeiro, ele o enterra e assume sua identidade. Feito isso, avisa sua própria família na Itália que Mário D'Angelo é que havia morrido.
Depois de assumir falsa identidade, Mário - ou melhor, Giácomo - progride, casa, fica milionário e tem um filho: Mário, músico idealista sem sucesso na carreira e pobre. A vocação artística de Mário não tem a aprovação do pai. Por isso ele é repudiado abandonando o conforto do lar paterno e mudando-se para São Paulo, onde, durante anos seguidos, sobrevive como violinista.
Os anos passam, Mário se casa e precariamente sustenta uma família que herdou a ambição desmedida de seu pai. Diante das pressões que sofre, ele abandona o sonho de reger uma grande orquestra e vai dirigir uma das firmas de sua família.
A essa altura dos acontecimentos surgem duas pessoas que vão remexer o passado e descobrir a verdadeira identidade de Giácomo Nerone: o delegado Rangel, e Luigi, parente do "falecido" Mário D'Angelo, que acaba de chegar da Itália.



O CASARÃO (1976)




( Sandra Barsotti e Paulo Gracindo Jr.)


( Sandra Barsotti e Yara Cortes )


Globo - 20h
De 7 de junho a 11 de dezembro de 1976
168 capítulos

Escrita por Lauro César Muniz e dirigida por Daniel Filho e Jardel Mello.
Novela de muito sucesso, exibida na Rede Globo em 1976. A telenovela narrava três épocas ao mesmo tempo:1900 a 1910 , de 1926 a 1936 e a atualidade (na época), 1976, com um conteúdo inquietante, ao abordar a decadência das tradicionais oligarquias cafeeiras paulistas, e com isso discutindo temas como feminismo, política, velhice e principalmente a evolução do comportamento. Sandra Barsotti interpreta a personagem Carolina. Talvez um dos melhores papéis de sua carreira, segundo críticos especializados. Com este trabalho ganha prestígio internacional, pois a novela foi exibida em dezenas de países em todos os continentes. O que resultou no convite do empresário Vasco Morgado para que ela participasse de sua Cia de Teatro em Portugal. A seguir cena da novela:




Assista a abertura da novela "O Casarão":

















PECADO CAPITAL (1975)










Assista a abertura da novela "Pecado Capital":









ROQUE SANTEIRO (1975)




(Sandra Barsotti e Rosamaria Murtinho)

As fotos acima são da personagem Linda Bastos vivida por Sandra Barsotti na novela Roque Santeiro, que infelizmente não foi ao ar. A novela já tinha vários capítulos gravados, além de chamadas anunciando a sua estréia. No dia da grande estréia a Globo recebera um ofício do governo federal censurando a novela. Assista a abertura da novela "Roque Santeiro":










domingo, 30 de agosto de 2009

FILMES

VESTIDO DE NOIVA





Filme "Vestido de Noiva", baseado em peça de Nelson Rodrigues.
Elenco: Letícia Sabatella, Marília Pêra, Simone Spoladore, Marcos Winter, Bete Mendes e Sandra Barsotti.
Diretor: Joffre Rodrigues
Ano: 2006
Duração: 115 minutos
Sinopse: Após ser atropelada, a bela Alaíde (Simone Spoladore) é levada para o hospital com muitas dores, alucinação e perda de memória. Ela se lembra de sua vida desde o momento em que leu o diário da cafetina Madame Clessi (Marília Pera), ao mudar-se para a casa que fora há 37 anos um bordel. Nesse misto de alucinação e memória ela se encontra com a mítica cafetina, a quem conta tudo o que se passou após a morte desta. Alaíde também consegue se lembrar das brigas que teve com sua irmã, que amava o homem que na época era seu noivo e depois tornou-se seu marido. Outra lembrança é que horas antes do atropelamento Alaíde tinha descoberto o plano de sua irmã e seu marido para matá-la e, após sua morte, se casarem. Mas esta ela não sabe se realmente aconteceu ou se é fruto de sua imaginação.




OBRA DO DESTINO





Filmado primeiramente em 1991 sob o título “O Filme da Minha Vida”. Em 1996 foi refilmado e remontado recebendo assim um novo título “Obra do Destino”.
Elenco: Dira Paes, Suzane Ferreira, Sandra Barsotti, Maria Ceiga.
Diretor: Alvarina Souza Silva
Ano: 1991/1996
Duração: 80 minutos
Sinopse: Este é um filme autobiográfico que conta a história de uma mulher que se encanta a primeira vista pelo cinema. Sua vida e aspirações mudam quando sua mãe a leva para ver um filme na cidade. A partir daí passa a cultivar uma paixão pela tela.


UM CASAL DE TRÊS



(Cartaz do filme "Um Casal de Três")





(Sandra Barsotti e Laura Cardoso)



(Cartaz do filme "Um Casal de Três")




Filme: "Um Casal de Três" (1982), o título original do filme era "Carícias Eróticas"
Elenco: Sandra Barsotti, Antonio Fagundes, Laura Cardoso, Lucia Veríssimo, Otávio Augusto, Walter Foster, Claúdio Manberti, Marcos Plonka.

Diretor: Adriano Stuart

Ano: 1982

Duração: 110 minutos
Sinopse: Gilberto perde seu emprego de chofer de madame, ao ser flagrado num motel com a esposa do patrão. Para manter a si e a sua mãe, Shirley, uma viúva, Gilberto passa por vários empregos, de bicheiro a motorista de ônibus para turistas japoneses. Às voltas com as loucuras e manias de sua mãe, Gilberto ainda é perseguido por Verônica, uma vizinha boazuda casada com um argentino, maitre de hotel, que trabalha à noite e durante o dia só quer dormir, exasperando a esposa. Márcia se muda para o prédio de Gilberto. Ela foi engravidada pelo noivo que a abandonou covardemente. Com medo da reação de seu pai, um fazendeiro, e de comum acordo com a mãe, Márcia vem a São Paulo para ter o filho às escondidas e dá-lo a um casal que se propõe a adotá-lo. Tudo está acertado através de um advogado e de um médico, cujo hospital recebeu da mãe de Márcia uma generosa doação. Gilberto e Márcia saem juntos, comem um hamburger e vão ao cinema, dormem, e Márcia revela sua gravidez. Amargurado e machista, Gilberto passa a evitá-la. Gilberto se envolve com Verônica, mas numa noite é flagrado por Pedro, o marido. Gilberto se finge de louco e Pedro não desconfia de nada. Márcia se reconcilia com ele e revela seu segredo: um quarto mobiliado, pois ela não pretende se afastar do filho. Certa vez, aparece no apartamento de Márcia seu ex-noivo, João, que é expulso por Gilberto com um pontapé nos fundilhos. Em pleno trabalho, quando os japoneses estão subindo no ônibus de excursão, Gilberto recebe um recado de Verônica: Márcia está na maternidade. O rapaz arranca a toda velocidade, provocando balbúrdia entre os turistas, abalroando carros de polícia e destruindo uma feira de objetos de porcelana. Gilberto está às voltas com vários problemas: tem de se livrar de seus perseguidores, chegar à maternidade, desembaraçar-se do casal que quer adotar o bebê e ainda levar Márcia e a criança para casa, além de convencer Shirley, sua mãe, da confusão toda.





A NOITE DOS DUROS



Filme: "A Noite dos Duros"(1978) , o filme também é conhecido como "Duros da Noite"
Elenco: Marco Nanini, Antônio Fagundes, Sandra Barsotti, Walter Stuart, Helena Ramos, Liza Vieira e Grande Otelo.Diretor: Adriano Stuart
Ano: 1978
Duração: 100 minutos
Sinopse: Bartô e Fernão, dois amigos desempregados e sempre à procura de biscates, encontram-se diariamente e o segundo, cuja mãe é doente, e a namorada, Maria, está grávida, responde sempre com pessimismo aos sonhos de grandeza de Bartô. Certa noite, encontram Caçamba, que os introduz em seu apartamento, dá a eles roupas femininas e se masturba enquanto eles dançam para ela, expulsando-os após lhes dar algum dinheiro. É com ele que os dois se divertem num restaurante, numa gafieira, numa escola de samba e num bordel. Enquanto isso, sete favelados - Caçamba, Bides, Tatu Cego, Careu, Tinta Fosca, Maraca e Torresmo - tentam assaltar uma carrocinha de pipocas, são atacados pelo cão do pipoqueiro e, na fuga Bides morre de um ataque cardíaco. É levado pelos companheiros para um barraco, onde estes bebem até a embriagez. Enquanto os demais dormem, Caçamba decide enterrar o amigo mas, ao tentar lavar os pés do cadáver, perde-o no rio. Encontra outro bêbado desmaiado, leva-o a uma funerária e enterra-o vivo. A essa altura, Fernão e Bartô, já estão inteiramente sem dinheiro; contagiado pelo pessimismo do amigo, Bartô enforca-se com Fernão na estrutura da estátua de Borba Gato.





PECADO SEM NOME


(Cartaz do filme "Pecado Sem Nome")



Filme "Pecado Sem Nome" (1978)
Elenco: Sandra Barsotti, Raul Cortez,Yara Marques, Davis Hungaro, Dorothy Lenner, Roberto Orosco, Míriam Lins, Zélia Martins.
Diretor: Juan Siringo
Ano: 1978
Duração: 87 minutos

Sinopse: Ao chegar no edifício onde trabalha, Pedro encontra o zelador, Hilário Garcia, morto dentro de um dos elevadores. O inspetor Canovas, encarregado do caso, apura que Hilário era português, viúvo, com um único filho morando nos Estado Unidos. Várias pessoas suspeitas são detidas e interrogadas e, no decorrer das diligências, um guarda e uma moça são mortos. Com a ajuda da polícia norte-americana, o inspetor Canovas descobre que o filho de Hilário, Antônio e sua mulher Vanda, já tinham voltado para o Brasil. Os dois são localizados em São Paulo e detidos para averiguação. Na polícia, Antônio confessa a autoria da morte do pai a Carlos, seu cunhado. De posse desses depoimentos, Canovas conclui que o zelador fora assassinado porque descobriu que seu filho e o cunhado viviam de vários negócios suspeitos e agiam fora da lei.





OURO SANGRENTO







(Cartaz do filme "Ouro Sangrento")




Filme: "Ouro Sangrento"(1977), este filme também é conhecido como "Tenda dos Prazeres", título que teve que ser substituído devido a censura do governo militar nos anos 70. O filme foi baseado em "Fogo Negro", de Marcus Veras de Faria.
Elenco: Sandra Barsotti, Átila Iório, Tony Tornado, Jonas Bloch, Zezé Motta, Quim Negro.
Diretor: César Ladeira Filho
Ano: 1977
Duração: 86 minutos
Sinopse: Filho de um milionário dono de minas de ouro na Transópia, África, Antoine Leblanc, que vive em mansão carioca, recebe certo dia carta do pai pedindo-lhe ajuda contra os contrabandistas de ouro da Transópia para o Brasil. Esquecendo as divergências que tem com o pai, Antoine entra em contato com seu amigo Saldanha, inspetor de polícia, e os dois conseguem interceptar uma remessa. Antoine persegue um fugitivo, Bonzo, que se esconde na embaixada da Transópia. O auxílio de Alanda, filha do embaixador atraída por Antoine, nada esclarece. Num terreiro de candomblé, o pai-de-santo - na verdade, o embaixador da Transópia - ordena a Bonzo a morte de Antoine. Bonzo fracassa, assim como Sandra, assassina profissional posteriormente eliminada por ordem do embaixador Arnold. Numa segunda tentativa, Bonzo fere Antoine. Este é tratado por Alanda que lhe revela ter descoberto documentos comprometedores para o pai. A polícia cerca o terreiro, Bonzo e Arnold escapam mas Antoine persegue-os e eles são mortos. Com informações sobre novo contrabando de ouro, a polícia desbarata de vez a quadrilha.






CONFISSÕES DE UMA VIÚVA MOÇA






(Sandra Barsotti e Jose Wilker)




(Cartaz do filme "Confissões de uma Viúva Moça")




Filme: "Confissões de uma Viúva Moça" (1975), baseado em conto homônimo de Machado de Assis.
Elenco: Sandra Barsotti, José Wilker, Celso Faria, Myrian Persa.
Diretor: Adnor Pitanga
Ano: 1975
Duração: 88 minutos
Sinopse: Eugênia, que se recolheu por dois anos após a morte do marido, resolve quebrar o isolamento e procura sua amiga Lia, por carta, dizendo que após oito dias de correspondência, na qual esclarecerá os motivos de sua solidão voluntária, reintegrar-se-á à vida. Relata então que era feliz com Roberto, seu marido, até passar a ser cortejada por Emílio, amigo de ambos; resiste algum tempo até que no momento em que cede ao assédio de Emílio, Roberto sofre um acidente e morre. Emílio afasta-se dela, deixando-a com remorsos o que a leva a se isolar em Petrópolis. Após a última carta, Lia vai procurar Eugênia para ajudá-la em sua nova fase da vida.






AS MULHERES QUE FAZEM DIFERENTE



(Cartaz do filme "As Mulheres que Fazem Diferente")




Filme: "As Mulheres que Fazem Diferente"(1974)
Elenco: Sandra Barsotti, Vera Fischer, Zezé Motta, Perry Sales, Milton Carneiro, Elza de Castro, Paulo César Pereio.
Diretor: Adnor Pitanga
Ano: 1974
Duração: 100 minutos
Sinopse: Filme dividido em três histórias: Uma Delícia de Mulher, A Bela da Tarde e Flagrante e Adultério. Sandra Barsotti participa da segunda história ( A Bela da Tarde ).





UM VARÃO ENTRE AS MULHERES




(Cartaz do filme "Um Varão Entre as Mulheres")







Filme: "Um Varão Entre as Mulheres"(1974)
Elenco:
Sandra Barsotti, Jorge Dória, Zezé Motta, Nídia de Paula, Lady Francisco, Maralize, Diana Nobrega.
Diretor:
Victor di Mello
Ano: 1974

Duração: 83 minutos

Sinopse:
O filme é dividido em cinco histórias. Sandra Barsotti atua em "O Especialista em Línguas". O professor Haroldo prepara os pontos para a prova do curso onde leciona quando recebe a inesperada visita de Rosinha, aluna que quer obter o gabarito da prova de qualquer maneira. Recusando suas propostas, o professor não resiste, no entanto, quando ela apela para um strip-tease.







COMO NOS LIVRAR DO SACO







(Cartaz do filme "Como Nos Livrar do Saco")





Filme: "Como Nos Livrar do Saco"(1973)

Elenco: Sandra Barsotti, Cláudio Cavalcanti, Orlandivo, Amandio, Cecil Thire, Marcia Gastaldi, Mária Rubia.
Diretor: César Ladeira
Ano: 1973
Duração: 87 minutos
Sinopse: Cícero quer se livrar do saco onde escondeu o cadáver de sua amante Samantha, esposa de seu amigo Oliveira. Ela morreu nos braços dele, durante um encontro furtivo num hotel. Para resolver a situação, Cícero recorre a um amigo, o professor Edgar. Um desfecho surpreendente ocorre no velório, onde toda a trama é esclarecida, após muitas trapalhadas envolvendo as arrumadeiras e o soldado Eronides.




OS PRIMEIROS MOMENTOS




(Sandra Barsotti e Paulo Porto)





Filme: "Meus Primeiros Momentos"(1973)
Elenco:
Sandra Barsotti, Paulo Porto, Odete Lara, Carlos Kroeber, Stepan Nercessian, Geraldo Miranda, Cristina Aché.
Diretor: Pedro Camargo
Ano: 1973
Duração:
92 minutos
Sinopse: Duas famílias passam as férias na serra. Uma delas é de Fernando, publicitário, pai de Chris, de 16 anos, cujos conflitos de adolescência são agravados com o casamento do pai viúvo, com Alaíde. A outra, é a do doutor Oswaldo, psicanalista sempre de binóculos em punho, casado com Helena. A chegada de Tatá, noivo de Chris, provoca uma série de conflitos, pois o rapaz desperta o súbito interesse de Alaíde. Helena passa a cortejar Fernando enquanto o médico assedia Chris, que se refugia num acampamento de hippies. Até que um encontro coletivo na cachoeira faz eclodir, finalmente, as tensões: Helena e Fernando tem um encontro amoroso, Alaíde busca Fernando e Oswaldo é dominado pela loucura. Somente Tatá e Chris permanecem unidos e impermeáveis às neuroses das pessoas que os cercam.






O MARIDO VIRGEM











(Cartaz do filme "O Marido Virgem")





Filme: "O Marido Virgem"(1973)
Elenco: Sandra Barsotti, Perry Salles, Regina Célia, Elza de Castro, Mery Vieira, Célia Biar.
Diretor: Saul Lachtermacher
Ano: 1973
Duração: 87 minutos
Sinopse: Joel e Márcia são namorados. Ele tenta transar com ela antes do casamento, mas ela não aceita. Finalmente se casam e na hora da lua-de-mel, ele fica impotente. A tia de Márcia e as amigas íntimas vão fazer-lhe uma visita. A melhor amiga dela convida Joel para ir a sua casa. Lá ela o seduz e eles transam. Ele faz nova tentativa com a esposa, mas não consegue. Márcia busca uma psicanalista a fim de resolver o problema. Na sessão de análise, Joel transa com a analista, que o julga curado. Ele volta para casa, mas não consegue fazer sexo com a mulher. A própria psicanalista vai até o apartamento do casal para saber da esposa exatamente o que acontece. Ela faz o papel do marido e se aproveita de Márcia. A doutora sugere a contratação de Daniele, uma especialista francesa em dar fim à impotência masculina. Esta ficará hospedada no apartamento do casal.Também não dá certo. A tia, a médica e as amigas sugerem que a esposa faça se passar por outra pessoa. Márcia liga para o marido, mudando a voz, e combinam de se encontrar em um motel na Barra da Tijuca. A condição é de ele não acenda a luz do quarto. Joel finalmente consegue transar com a esposa. Quando ele acende o abajur, descobre a identidade de sua acompanhante, ficam felicíssimos e recomençam os atos eróticos. Novamente ele tem uma pequena recaída. Joel descobre que o problema é o medalhão de cristal vermelho que Márcia traz no pescoço. Ele se livra do objeto e o casal vive feliz para sempre.






DIVÓRCIO À BRASILEIRA






(Sandra Barsotti e Agildo Ribeiro)





(Cartaz do filme "Divórcio à Brasileira")




Filme: "Divórcio à Brasileira"(1973)
Elenco: Sandra Barsotti, Agildo Ribeiro, Amandio, Regina Célia, Tete Nahas,
Fernando José, Ênio Santos, Elizabeth Rocha.
Diretor: Ismar Porto
Ano: 1973
Duração: 102 minutos
Sinopse: Os amigos Rodolfo e Zélio encontram-se num bar e comentam seus fracassos do dia: o primeiro não consegue negociar seu filme e Solange, mulher do segundo, largou-o porque não está trabalhando. Rodolfo convida-o para jantar e descobre que a sua Solange também saiu de casa. Decidem morar juntos. A Solange de Rodolfo retorna para apanhar alguns objetos: descobre que ainda está interessada nele, porém é impedida pelos pais de ficar; a Solange de Zélio apresenta seu novo namorado como tio à filha, Aninha, que o rejeita. Depois de alguns problemas Rodolfo consegue prêmios para uma marcha carnavalesca de sua autoria "O Bloco dos Duros" e convida Zélio para seu assistente. Retorna a paz aos lares dos dois casais e Aninha conclui que tudo é igual à novela careta das sete.




O GRANDE GOZADOR











Filme: "O Grande Gozador" (1972)
Elenco: Sandra Barsotti, Claudio Cavalcanti, Dilma Lóes, José Lewgoy, Martim Francisco, Rodolfo Arena, Nelson Caruso
Diretor: Victor di Mello
Ano: 1972
Duração: 90 minutos
Sinopse: Lula, bon-vivant, que sobrevive de pequenos golpes sem trabalhar, vai levando a vida sem finalidade. Diverte-se com as consequências de sua irresponsabilidade. No fundo, entretanto, Lula apenas procura esquecer que foi abandonado por sua noiva Helena, por determinação do pai da moça que não acreditava no futuro do então bancário. Desesperado com o desfecho do seu noivado Lula largou emprego e estudos tornando-se o mais temível bicão da zona Sul de Rio de Janeiro. Entretando quando voltava a razão, ia tentar rever a ex-noiva, já então casada, procurando saber de seu modo de vida, da sua felicidade, na esperança de uma falha para assim recuperar o tempo perdido. Na verdade Helena era a única razão de Lula para viver. Num dia de desespero Lula se encontra com um grupo Hippie que, num ritual estranho e lindo, levam-no a conhecer de que estava em erro e sai a procura da sua verdade e de uma nova razão para viver. O filme tem um final feliz com Lula e Helena na mais completa felicidade.






A DIFÍCIL VIDA FÁCIL






(Cartaz do filme "A Difícil Vida Fácil")








Filme: "A Difícil Vida Fácil" (1972)
Elenco: Sandra Barsotti, Jece Valadão, Rubens de Falco, Paulo Fortes, Marly de Fátima, Vera Gimenez, Emiliano Queiroz.
Diretor: Alberto Pieralisi
Ano: 1972
Duração: 90 minutos
Sinopse: O dono do clube e da revista "Unisex" utiliza seus negócios somente como fachada para a exploração do lenocínio. Atraídas pela fama do clube e pela tentação de serem capas de revista, as moças inocentes são levadas sorrateiramente à prostituição. Em casas e apartamentos de alto luxo, sem que transpareça a menor suspeita, elas são entregues a selecionada clientela. Ninguém poderia associar o clube ou a revista à prostituição, até que uma das moças exploradas resolve denunciar. E conta tudo a um jornalista que está apaixonado por uma de suas companheiras. Para defender seu amor, ele se decide a denunciar a contravenção e, no auge do escândalo, uma das moças é assassinada. Alertada, a polícia aperta o cerco e, em pouco tempo, a trama é desbaratada.



EU TRANSO ... ELA TRANSA



(Cartaz do filme "Eu Transo...Ela Transa")




(Sandra Barsotti e Marcos Paulo)




Filme: "Eu Transo ... Ela Transa" (1972)
Elenco: Sandra Barsotti, Jorge Dória, Darlene Glória, Marcos Paulo, Dayse Lucidi, Rodolfo Arena, Susy Arruda, Fernando Torres.
Diretor: Pedro Camargo
Ano: 1972
Duração: 100 minutos
Sinopse: Roberto, de 45 anos e que mora na Zona Sul, é um chefe de família sempre bem disposto e com a simpatia peculiar a certos homens de negócio que costumam resolver facilmente todos os problemas. Vivem ao seu lado Dedé, sua mulher; Maria Inês, a cunhada solteirona e antiquada; Afonso, o sogro aposentado, que perambula pela casa numa cadeira de rodas, criticando tudo e todos; Carlinhos, o filho mais velho, garotão de Ipanema, que jamais enfrentou qualquer problema na vida; Vanda, a filha de dezessete anos, que começa a sentir o problema da afirmação pessoal; e Kiko, de quatorze anos, ainda completamente inconseqüente. Homem de idéias, Roberto visualiza a oportunidade de uma radical melhoria em suas finanças ao 'quebrar o galho' de um industrial às voltas com problemas conjugais por causa de uma jovem amante. Para salvar as aparências, a jovem vai morar com a família de Roberto, cuja casa o industrial terá a justificativa de visitar periodicamente, a pretexto de negócios. Os maiores embaraços, entretanto, pertubam o plano de Roberto.





QUANDO AS MULHERES PAQUERAM




Still original do filme "Assim...Nem a Cama Aguenta" que mais tarde teve o título trocado para "Quando as Mulheres Paqueram".



(Cartaz do filme "Quando as Mulheres Paqueram")



Filme: "Quando as Mulheres Paqueram"(1971), curiosamente o título do filme era outro "Assim...Nem a Cama Aguenta", mas a censura exigiu a troca do título.
Elenco: Sandra Barsotti, Dilma Lóes, Eva Christian, Carlo Mossy, Claúdio Cavalcanti, Urbano Lóes.
Diretor: Victor di Mello
Ano: 1971
Duração: 86 minutos
Sinopse: Três inglesas em férias no Brasil abalam as estruturas morais de uma família burguesa brasileira, mas enquanto uma delas encontra o amor as outras duas se desiludem das paqueras.






ROMUALDO E JULIANA






Filme: "Romualdo e Juliana"(1970) , Sandra foi pega quase de surpresa para estrelar esta obra.
Elenco: Sandra Barsotti, Romuald, Fregolente, Milton Viana, Conjunto Brazuca
Diretor: Andre Willième
Ano: 1970
Duração: 100 minutos
Sinopse: Um cantor francês vem tentar a sorte no Brasil. Depois de enfrentar os entraves burocráticos, começa a trabalhar em boates e na TV. Passa dificuldades até conhecer uma moça rica, revoltada com as imposições do meio familiar. Namoram, passam um fim de semana em Cabo Frio e se casam.







*Contribuições com cartazes, exceto os filmes "Quando as Mulheres Paqueram" e "Divórcio à Brasileira": http://cinemateca.com.br/